terça-feira, 28 de março de 2017

Chuck Berry (1926-2017) decerto foi o mais talentoso instrumentista, letrista, intérprete, compositor e performer do rock. 
Junto com Elvis Presley, Johnny Cash, Jerry Lee Lewis, Bill Haley, Little Richards e outros, ele paira entre os artistas seminais do gênero. Espécies de deuses malucos do mais popular dos gêneros de música popular de todos os tempos.


Chuck Berry e sua dança do pato
O rock and roll, mais conhecido rock'n'roll, já existia desde os anos 1940, mas seu primeiro grande estouro de popularidade se deu em meados dos anos 1950 com Chuck Berry incendiando o público.
Como gênero musical, o rock veio no vácuo de outros gêneros mais antigos como country, blues, rhythm’n’blues, jazz de ritmo acelerado de New Orleans, gospel e boogie woogie.
A batida do rock, uma mescla de blues com country acelerado, rapidamente se espalhou pelos EUA, Grã-Bretanha e resto do mundo.

Dada sua popularidade entre jovens de quase todos os idiomas e culturas, é provável que o rock se constitua no movimento cultural de maior impacto social dos nossos tempos.
Muito além de gênero musical, influenciou estilos de vida, moda, atitudes e linguagens. Houve época em que até os guerrilheiros de esquerda e padres da igreja católica tinham aparência de roqueiros.
Os artistas originais do rock eram músicos negros e brancos do circuito entre New Orleans (Luisiana) e Memphis (Tenessee), acompanhando o lento trajeto dos músicos de blues Mississipi acima, rumo ao Norte do país.

O fim dessa trajetória seria o surgimento do poderoso blues de Chicago (Illinois), na região dos Grandes Lagos.
Chuck Berry
, Elvis, Haley, Cash e Lewis começaram tocando blues e country. Eram todos caipiras de origem mais ou menos rural. Berry tinha descendência negra e apache.

Apresentação dos jovens Berry e Presley nos anos 1950
Bill Haley (no alto) e seus Cometas
Jerry Lee Lewis, Carl Perkins, Presley (ao piano) e Cash
Lewis, Berry e Little Richard

Mas Berry era aquele que nas letras achava os termos e expressões mais precisos, os quais logo as massas transformavam em gíria e em moda. E, com isso, vários outros artistas inevitavelmente gravaram aos tufos suas canções.
Sua influência é soberana até hoje. Nenhum dos grandes compositores seminais do gênero conseguiu manter na memória coletiva tantas canções como Roll over Beethoven, Sweet little sexteen, Johnny B. Goode, Nadine, Havana moon e outras...



segunda-feira, 20 de março de 2017



               Querida Nana, que bom que você veio. Tenho de fazer uma pergunta assim, de imediato, para tirar uma dúvida que muito me afligiu esta noite. Quase não dormi ao pensar a respeito. Venha cá, bem pertinho, para que ninguém ouça nossa conversa. Responda do fundo do seu coração: você acredita mesmo na minha inocência? Acredita! Ah, eu sabia que sim. Que alívio!
               Teu juízo me é de extrema importância. Pouco importa o que digam a meu respeito. O mais importante é o que você acha. Podem me difamar o quanto quiserem. Jornais e emissoras de televisão podem repetir quantas vezes quiserem que sou um monstro, um facínora. Não dou a mínima. O mais importante é que nós dois saibamos a verdade e tenhamos plena consciência dela.
               Tem regado as plantas todos os dias? Ah, que bom! Isso também é muito, muito importante. Algumas mais, outras menos. Você sabe bem como diferenciá-las. Tive o cuidado de plantá-las em espaços distintos. É melhor usar pouca água com frequência, do que espaçar as regas e molhá-las em excesso para compensar. O que é excessivo nunca resolve. Plantas são como nós: exigem atenção constante. E respeito.
               As flores do jardim da nossa casa...